AO FALAR EM PÚBLICO 97% ERRAM NISTO.

Palestrante e Instrutor de Oratória fala sobre: AO FALAR EM PÚBLICO 97% ERRAM NISTO!


Reviewed by:
Rating:
5
On 23/01/2016
Last modified:05/08/2016

Summary:

Ao falar em público a maior parte das pessoas tem erra sem perceber. Por isso em uma negociação ou processo seletivo você pode se destacar facilmente!

falar em público - Oratória

Sabe qual é a grande pergunta de quem terá que falar em público? Acertou! A pergunta é: “O que eu vou falar?”. Isso é natural já que o conteúdo é o motivo da apresentação. O problema é que a maior parte destas pessoas fica só com esta preocupação e gasta todo o seu tempo buscando conhecimento, estruturando-o e preparando um PowerPoint.

Mas, porque isso é um problema? Isso é problema porque o mais estratégico para o sucesso na comunicação não é o conhecimento. Este é um pressuposto. Para ter sucesso é necessário ir além dele. Pesquisa feita por Albert Mehrabian apurou que na comunicação as palavras representam somente 7%. Portanto, focar apenas em ‘o que’ dizer é pouco estratégico.

Segundo este estudo 38% da comunicação acontece pelo modo como falamos e não propriamente pelas palavras. Aqui estão todos os recursos da fala: articulação, tom da voz, velocidade da fala, sinal enfático e entonação. Veja, o modo como falamos é quase 6 vezes mais expressivo do que ‘o que’ falamos, propriamente.

Feitas as contas ainda resta um percentual importante. 55% Do que se consegue comunicar é de forma não verbal, ou seja, não é ‘o que’ e nem ‘como’ você fala. Portanto, mais da metade da sua comunicação se dá pela sua apresentação: postura, expressões faciais, gestos e imagem.

Eu sei que você já percebeu que a oportunidade de diferenciar-se é excelente!

A Grande Dica Para Falar Bem em Público:

Então, a grande dica é não preparar apenas o que falar, mas treinar e enriquecer modo de falar, além de preparar a sua imagem, a sua mensagem não verbal, para alcançar sucesso acima da média.

2 Orientações Práticas para a Falar em Público:

Uma orientação prática e extremamente útil para enriquecer sua fala é: varie o seu tom de voz e a velocidade da fala intencionalmente. Falar praticamente em um mesmo tom é o que se chama de ‘monótono’ e a monotonia é muito chata e desinteressante. Escolha em sua apresentação palavras que indiquem movimento, emoção ou imagem e fale-as de modo diferente. Isso tornará sua apresentação mais interessante, divertida e gerará mais fixação de conteúdo e da sua marca pessoal.

Outra prática é: sempre use os sinais enfáticos. Como o nome indica, sinal enfático é simplesmente falar com mais ênfase, destacando pela força da fala alguma palavra ou expressão. Ao dar ênfase a uma palavra podemos mudar completamente o sentido de uma frase e o que comunicamos. Um exemplo é a frase: “Você abriu a porta?” Se o sinal enfático for posto na palavra ‘você’ a pergunta será sobre o agente da ação. É como se quisesse saber se foi você ou foi outra pessoa. Dando ênfase à ‘porta’, a pergunta será sobre a ação. E destacando-se ‘porta’ a frase indicará dúvida sobre o objeto que recebeu a ação.

Orientação Técnica para a Linguagem não Verbal:

Assuma uma postura positiva. Parece simples, mas veja que a maior parte das pessoas não acerta nisso. Ao falar para poucas pessoas ou para grandes grupos assuma sempre uma postura correta. Veja que não é complicado: apoie firmemente os dois pés no chão, ligeiramente afastados, mantenha o corpo bem ereto, deixe os braços soltos e o queixo paralelo aos ombros. Isso promoverá uma imagem de simpatia, segurança e preparação acima da média.

 

Mas, e os gestos? A gesticulação será mais elegante se acontecer acima da cintura, abaixo do queixo e frente ao tronco. Esta é uma orientação simples e que funciona sempre muito bem. Gestos muito baixos podem ganhar conotação sexual muito facilmente. Se forem acima do queixo fica parecendo que o orador está espantando mosquitos ou algo assim. Sendo gestos muito largos, com braços muito abertos e extrapolando muito o espaço do tronco, podem ficar deselegantes, desengonçados e até causar situações embaraçosas. Já vi oradores derrubarem copos e garrafas d’água com gestos muito largos.

 

Deste modo você se destacará dos demais, se posicionará como profissional bem preparado e ganhará cada vez mais a confiança e a atenção das pessoas que decidem.

 

Espero que você tenha muito sucesso e felicidade!

Palestrante e Instrutor de Oratória fala sobre: AO FALAR EM PÚBLICO 97% ERRAM NISTO!
Avalie Esta Postagem
Compartilhe, é só clicar!
«
»

Deixe seu comentário: